Bem vindos/as ao THArmyPT :]
Se gostas de Tokio Hotel e queres estar em contacto com as fãs,então aqui é o sitio certo para conviveres com tais ^^
Se ainda não estás inscrita,de que estás á espera? Faz já o teu registo e diverte-te Very Happy
Se já estás registada,faz o teu Log in e Live every second Razz

A Administração.



 
InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Amores Trocados

Ir em baixo 
AutorMensagem
Hellly
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 207
Idade : 26
Localização : Porto
Membro preferido: : Bill Kaulitz
Música/Video : TODAS!!!
Sou fã desde: : 2007
Data de inscrição : 12/07/2009

MensagemAssunto: Amores Trocados   Qui Jan 21, 2010 1:14 am

Esta fanfiction é escrita por mim e pela Vampirinha Kaulitz! Espero q gstem!





Ponto de Vista de Nicky


- Pára! Nós temos clientes Tom! –
Falei tentando livrar-me dos braços dele.


- Eles esperam…


Tom é o meu namorado, e eu sou a
Nicky. Trabalho neste bar com o tarado do meu namorado e com o meu cunhado
Bill.


- Não creio que eles vão esperar.


Dei um beijo curto naqueles lábios
bastante atrevidos e passei-lhe a bandeja para a mão.


- Mesa 3.


Tom olhou na direcção da mesa e
sorriu sedutoramente. Uma mulher loira oxigenada com um grande decote olhava-o
com desejo. E como sempre, Tom aproveitou e lançou a chama que a fez ficar
esperançosa. A loira lambeu os lábios sedutoramente quando Tom deixou a bebida
na mesa e trocou algumas palavras com ela. Vi-a tirar um cartão da carteira e
colocou-o no bolso das calças dele. Mas que loira atrevida! Eu confesso,
dava-me um certo divertimento ver Tom atiçar as suas pretendentes e depois
desapontá-las. Pois ele é o meu namorado e sei o quanto lutei para ser apenas
meu.


Tom voltou para o balcão todo
convencido e com o seu sorriso provocador nos lábios.


- Então a loira gostou do sumo? –
Perguntei.


- Eu acho que foi o funcionário que a
agradou mais. – Tom tentava sempre provocar-me ciúmes, mas acabava por ser ele
a vítima.


- É mesmo? Tom, eu preciso de ajuda
com este botão… - Desapertei um botão da minha camisa preta expondo um decote
sensual. Sorri ao ver o olhar dele transformar-se em puro desejo. Tom não sabia
que as mulheres podem ser perigosas de vez em quando.


Ele deu a volta ao balcão e puxou-me
para um canto.


- O botão? – Ele começou a beijar o
meu pescoço e a dar pequenas mordidas. Sorri de novo, ele sempre perdia. Passei
uma das minhas mãos para dentro das calças dele acariciando o membro dele por
cima dos boxers. Tom gemeu e eu beijei-o fervorosamente. Ele arfava e queria
mais. Porém, afastei-me e apertei o botão da minha camisa.


- O que estás a fazer? Anda cá… - Ele
agarrou na minha cintura mas afastei-me.


- Temos clientes… - Respondi.


- O Bill trata deles.


Ri-me da cara dele. Tom não conseguia
resistir aos meus avanços.


- O teu irmão neste momento deve
estar num avião. E enquanto ele não chega nós vamos ter muito trabalho.


Tom ficou frustrado, enquanto eu fui
atender os clientes.


As horas passavam, cada vez mais
tínhamos mais trabalho. Precisávamos urgentemente de uma nova funcionária. Até
que olhei para a porta de entrada do bar e senti algo estranho quando vi a
rapariga que acabara de entrar. Estranho era a palavra que eu conseguia usar,
aquela rapariga de cabelos compridos pintados de vermelho, linda e sensual dava-me
a sensação de que a conhecia desde sempre. Tive uma enorme vontade de falar com ela. Vi que tínhamos
gostos parecidos no que dizia respeito á roupa. Ela vestia uma camisola
vermelha decotada combinando com umas calças justas pretas. E aquele tacão alto
ficava-lhe perfeitamente bem.


- Uau, aquela rapariga é mesmo parecida contigo. –
Comentou Tom. –
Conhece-la?


- Não… - Respondi absorta nos meus pensamentos.


- Parece que o meu maninho engatou-a!


Sorri para Tom e disse-lhe:


- O teu irmão merece alguém que o faça feliz e fico
contente por ter encontrado alguém. E se queres que te diga, já era tempo de
isso acontecer.


Tom veio atrás de mim e disse:


- Mas ela é mesmo parecida contigo. Eu e o Bill
temos mesmo os gostos parecidos…


Vi Bill e a tal rapariga aproximarem-se do balcão.


- Pessoal, apresento-vos a Kelly, ela vai trabalhar
connosco aqui no bar.


Kelly sorriu e Bill continuou:


- Kelly, este é o meu irmão Tom e a minha cunhada Nicky.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vampirinha kaulitz
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 318
Idade : 25
Localização : onde o bill estiver eu estou com ele.
Membro preferido: : bill
Música/Video : rette mich/don´t jump
Sou fã desde: : 15 de junho de 2007
Data de inscrição : 11/01/2009

MensagemAssunto: Re: Amores Trocados   Qui Jan 21, 2010 1:17 am

ponto de vista de Kelly



Suiça, Grödig:

-eu já tenho 20 anos pai, acho que já sei o que fazer da minha vida.

-mas logo pra a Alemanha?

-qual é o mal?

-não é sitio para ti. Além disso não conheces lá ninguém nem tens sitio para onde ires.

-mas é por isso mesmo. Eu preciso começar uma nova vida.

-mas tem de ser na Alemanha?

-tem. Mas por que é que não queres que vá para a Alemanha? Há lá alguma coisa que eu devia saber? Aconteceu lá alguma coisa?

-é claro que não. Tu e as tuas desconfianças. Por que é que dizes isso filha?

-para não quereres que eu vá.

-não é nada disso. Só não quero que vás para longe de mim. Mas já vi que não te consigo convencer. Posso ao menos levar-te ao aeroporto?

-podes.



No aeroporto:

-bem está na hora.

-vai lá. Mas já sabes, liga quando chegares.

-sim.

Cuidado e juizo.

-pai, eu ja tenho 20 anos.

-eu sei mas não custa nada relembrar-te. Eu conheço te muito bem.

-está bem pai, eu já sei cuidar de mim, não te preocupes.



No avião:

Um miúdo passa por trás de mim e empurra-me. Eu acabei por cair em cima de um rapaz de crista.

-desculpa. Não têm cuidado nenhum.

-não faz mal.-esboça um sorriso.

-bem...ahm...

-diz?

-posso passar? É que eu vou-me sentar aí.

-claro. Parece que vamos juntos não?

-parece que sim.

-já agora, eu sou o Bill e tu és?

-Kelly.

-prazer. O que te leva a ires para a Alemanha? Férias? Já me apercebi que não és de lá.

-nota-se assim tanto?

-não. Eu é que sou bom observador. Mas conta lá o que te leva a ires para a Alemanha?

-começar uma nova vida. O pior vai ser arranjar casa e emprego por lá, visto que não conheço ninguém. Então e tu?

-acabaram-se as férias e começou o trabalho. nisto de arranjares um emprego acho que te posso ajudar.

-ai sim, sabes de algum sitio?

-sei. O sitio ideal.

-então e esse sitio ideal é onde?

-num bar em Berlim, onde eu trabalho. interessada?

-muito.

-então assim que puder levo te lá.

-hoje à tarde?

-claro. Onde nos encontramos?

-sabes onde fica o hotel Seehotel Zeuthen?

-sei sim.

-então encontramo-nos lá?

-claro.

Passamos o resto da viagem a conhecermo-nos melhor. Sai-mos do avião e dirigi-me para o hotel até que chegou a tarde e como combinado fomos ao bar onde ele trabalhava. quando lá chegamos e olhei para o balcão e vi uma rapariga de cabelos ondulados, pintados de preto, olhos cor-de-mel e com uma camisa preta e calças justas tmbem pretas e usava uns sapatos também pretos de tacão alto que fez com que uma sensão estranha se apodera-se de mim, como se algum tipo de mal se fosse apoderar de nós. nisto chega o patrõ de Bil:

-olá você deve ser a Kelly.

-sim, sou eu.

-já trabalhou alguma vez em algum bar?

-sim.

-otimo. Quando é que pode começar?

-o mais rápido possível.

-hoje? Desculpe apressa-la mas é que me está mesmo a fazer falta mais uma empregada.

-não tem mal nenhum. Começo agora mesmo se quizer.

-otimo. Agora vá conhecer os seus novos colegas de trabalho e alguma duvida é só perguntar-lhes.

-claro.

Aproximamo-nos do balcão.

-pessoal, presento-vos a Kelly, ela vai trabalhar connosco aqui no bar. Kelly este é o meu irmão Tom e a minha cunhada Nicky.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Amores Trocados
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Amores e paixões ^^

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Imagination Area :: FanFiction [+18] e de TwinCest-
Ir para: