Bem vindos/as ao THArmyPT :]
Se gostas de Tokio Hotel e queres estar em contacto com as fãs,então aqui é o sitio certo para conviveres com tais ^^
Se ainda não estás inscrita,de que estás á espera? Faz já o teu registo e diverte-te Very Happy
Se já estás registada,faz o teu Log in e Live every second Razz

A Administração.



 
InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 "Até que a morte nos separe"

Ir em baixo 
AutorMensagem
Hellly
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 207
Idade : 26
Localização : Porto
Membro preferido: : Bill Kaulitz
Música/Video : TODAS!!!
Sou fã desde: : 2007
Data de inscrição : 12/07/2009

MensagemAssunto: "Até que a morte nos separe"   Dom Jan 10, 2010 7:02 pm

Sinopse: Ela não se lembrava de nada, mas quando o fez parecia que toda a sua vida estivesse mergulhada num enorme e terrivel pesadelo.
E se a tua familia corresse perigo?

Continuação da fic: A Tentação do Pecado


Espero q gstem!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fofy_Kida
Freheit 89
Freheit 89


Número de Mensagens : 89
Idade : 25
Localização : Porto
Data de inscrição : 31/03/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Dom Jan 10, 2010 7:30 pm

Estou ansiosa pelo 1º capitulo. Bjs
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hellly
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 207
Idade : 26
Localização : Porto
Membro preferido: : Bill Kaulitz
Música/Video : TODAS!!!
Sou fã desde: : 2007
Data de inscrição : 12/07/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Dom Jan 10, 2010 8:27 pm

- Amo-te tanto… - Ela ouviu alguém
sussurrar. Aquela voz era tão triste e sem vida, quem seria? Mas nada lhe vinha
á cabeça, porque não se lembrava de nada?


Tremeu, doía-lha a cabeça pela
confusão quer fazia na sua mente. E então abriu os olhos, teve a sensação de
que dormiu por muitos dias, estava confusa e sonolenta.


- Nicky! – Exclamou aquela voz tão…
familiar?


Nicole olhou para ele mas nada. Mas
algo naquele rapaz a prendia, não era o cabelo despenteado nem aquelas
olheiras, sim, ele parecia muito cansado, mas não fora nada disso que a
cativara… Havia algo nele que a fazia sentir-se estranha.


- Quem és tu? – Perguntou numa voz
rouca.


Sentiu-se arrependida por ter feito
tal pergunta, aquele rapaz deixou cair uma lágrima que molhou o rosto dela.
Limpou a sua cara e deu-se de conta que também não sabia quem ela era.


- Quem sou eu?


- Tu não… Tu não te lembras de nada?
– Perguntou Bill preocupado.


- Lembrar de quê?


O médico saía e voltava a entrar,
pessoas saíam e voltava a entrar… Todos preocupados com ela, e no entanto
ninguém lhe explicava nada.


- Por favor, digam-me o que se passa!


Bill nunca tinha largado da mão dela,
e isso fazia com que Nicole se sentisse estranhamente segura.


- Nós temos de esperar o resultado
das análises… - Respondeu ele fazendo carinho nos cabelos dela.


-Posso saber pelo menos o meu nome?


Bill sorriu e disse:


- O teu nome é Nicole…


Sim, aquele nome soava bem aos seus
ouvidos, logo se identificou com ele. Olhou para o rapaz que lhe apertava a
mão, o seu coração batia freneticamente assim que ele lhe devolvia o olhar.
Qual era a relação que tinha com ele?


- E o teu? – Perguntou um pouco
envergonhada.


- Bill.


Bill… Aquele nome…Aquela voz… Aquele
rosto tão familiar…


- E… er… Nós somos amigos? – No
fundo, Nicole tinha esperanças de ele fosse algo mais.


Bill não sabia o que responder, não
queria preocupá-la com nada enquanto não recuperasse a memória. Ele olhou para
ela nos olhos, ia responder mas o médico entrou no quarto.


- Então doutor? O que tem a nossa
filha? – Perguntou Alan.


- A vossa filha sofre de amnésia
temporal. Não é definitiva, ela vai recuperar em alguns dias. Ela teve muita
sorte, podia ser muito pior.


Rachel apertou a mão de sua filha e
disse:


- Graças a deus que vai ficar tudo
bem!


- Agora vocês já me podem explicar o
que se passa?


- Nós vamos dizer-te tudo. – Disse
Simone.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vampirinha kaulitz
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 318
Idade : 25
Localização : onde o bill estiver eu estou com ele.
Membro preferido: : bill
Música/Video : rette mich/don´t jump
Sou fã desde: : 15 de junho de 2007
Data de inscrição : 11/01/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Dom Jan 10, 2010 8:52 pm

ja percebi a maneira como me vais matar.
XD
eu quero mais imediatamente
ta lindo
mais, mais, mais e mais
rapido
beijos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hellly
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 207
Idade : 26
Localização : Porto
Membro preferido: : Bill Kaulitz
Música/Video : TODAS!!!
Sou fã desde: : 2007
Data de inscrição : 12/07/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Dom Jan 10, 2010 10:56 pm

- Eu… Nós temos dois filhos? –
Perguntou Nicole emocionada para Bill.


Bill estava sentada ao lado dela
fazendo carinho no seu cabelo.


- Sim. Dois gémeos perfeitamente
lindos. Tom e James.


Ela insistiu para que os trouxessem a
visitá-la, mas o médico tinha dito que primeiro tinha de fazer mais exames e
depois podia ter alta. E assim poderia desfrutar de todo o tempo com eles.


Bill era o que ficava até mais tarde
com ela, e enquanto os dias passavam, Nicole não se conseguia lembrar de nada.
Ficava muito cansada quando fazia esforços para se lembrar mas não conseguia.


- Nicky não te canses. Vais
lembrar-te assim que tiveres pronta. Não te preocupes…


- Bill, porque é que a tal Kate
tentou matar-me? – Bill não entrava em muitos pormenores com ela, pois não queria
preocupá-la.


- Nicky, tenta dormir.


- Não, eu recuso-me dormir enquanto
não me responderes.


Bill olhou para ela e viu que não
podia fugir mais.


- Eu era o ex-namorado de Kate. Mas
como ela se tornou muito obsessiva, ficou desesperada com o fim do namoro e
culpava-te por isso. Então ela foi lá a casa e… O resto tu já sabes.


- Ela foi presa?


Bill olhou para ela, não a queria
preocupar, mas ela iria insistir.


- Não, Kate fugiu. Ninguém sabe dela.


- Oh… - Foi o que saiu da boca dela.


- Não precisas de te preocupar, a
polícia está atrás dela. – Respondeu ele abraçando-a.


O toque de Bill era consolador, e se
pudesse ficava nos braços dele eternamente.


- Bill?


- Sim?


- Nós… Qual era exactamente a nossa
relação?


Bill fechou os olhos com força com
aquela pergunta, sabia que era arriscado para ela viver muitas emoções.


- Nicky, eu fui um idiota, um parvo,
um cego e um estúpido desde o princípio. A culpa é toda minha por estares aqui,
se eu não fosse tão…


Nicole calou-o pondo um dedo nos
lábios dele e disse:


- Toda a gente comete erros… A culpa
de eu estar aqui não é por tua causa! Aquela doida é que me tentou matar…


- Eu só espero que me consigas
perdoar quando recuperares a memória… Porque eu não vou sair do teu lado nunca
mais. Mesmo que deixes de me amar eu vou compensar-te pelo que te fiz sofrer…


Nicole não conseguiu responder, será
que Bill a tinha magoado assim tanto?


E mais um dia passou, Nicole estava
livre para ir para casa. Ansiosa por conhecer os seus meninos, a sua casa…


- Será que eles vão gostar de mim? –
Perguntou entrando em casa.


- Claro que sim, não tenhas medo! Vou
estar sempre do teu lado! – Dizia Bill.


Subiram as escadas juntos,
agradeceu-se por ter Bill a seu lado, com ele sentia que podia fazer tudo.


Entraram no quarto, tinha adorado a
decoração do quarto, azul claro e branco. Perfeito.


Viu dois berços e aproximou-se, e lá
estavam eles. Tão perfeitos… De olhos bem abertos para ela, e James abriu um
sorriso para ela, fazendo com que Nicole sorrisse de emoção.


- Estás a ver? Eles adoram-te… -
Sussurrou Bill no ouvido dela.


De seguida Nicole pegou em Tom, que
deu um sorriso não doce, mas maroto.


- O Tom sai ao padrinho… Só pelo
sorriso já se vê tudo…


Nicole sorriu, tinha partilhado
alguns momentos com Tom enquanto estava no hospital, e sim, Bill tinha razão.
Tom tinha puxado ao padrinho.


- James tem o teu sorriso… - Falou
Nicole pegando em James. – Tão doce…


Bill sorriu para ela e respondeu:


- Mas tem os teus olhos...


Bill passou os dedos pelo rosto dela
e beijou a sua testa, era tão bom tê-la ali, a partilhar aquele momento que há
meses desejou.


Nicole sabia o que sentia por Bill,
mas não queria fazer nada que se arrependesse depois que recuperasse a memória.
Afinal, o que Bill tinha feito para que não o perdoar?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vampirinha kaulitz
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 318
Idade : 25
Localização : onde o bill estiver eu estou com ele.
Membro preferido: : bill
Música/Video : rette mich/don´t jump
Sou fã desde: : 15 de junho de 2007
Data de inscrição : 11/01/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Dom Jan 10, 2010 11:01 pm

tinhas mesmo que parar aí?
eu ja nao consigo decrever esta fic
está simplesmente perfeita
posta mais rapido
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hellly
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 207
Idade : 26
Localização : Porto
Membro preferido: : Bill Kaulitz
Música/Video : TODAS!!!
Sou fã desde: : 2007
Data de inscrição : 12/07/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Seg Jan 11, 2010 9:08 pm

E mais dias passaram. Nicole usava o
seu tempo para estar com os seus filhos, brincava com eles o tempo todo junto
com Bill.


Os pais de Nicole passavam mais tempo
com ela e com os netos, tinham-se mudado para a Alemanha á três meses trás,
Alan dirigia a sua empresa através da internet e viajava frequentemente para
Los Angeles.


Mas ela continuava sem se lembrar de
nada, e isso estava a preocupá-la imenso. Porque raio os dias passavam e ela
continuava com a escuridão na sua mente? Olhou para Tom e James e deixou
escorrer uma lágrima, como era possível não se lembrar dos seus próprios
filhos?


- Nicky? – Bill viu os olhos
vermelhos e viu que chorava. – O que tens? Estás com alguma dor?


Nicole sorriu tristemente e
respondeu:


- Não. É que os dias passam e eu não
me lembro de nada! E se alguma coisa está errada? Eu não quero ficar assim por
muito tempo!


- Calma! – Bill abraçou-a forte. – Tu
vais recuperar a memória!


Nicole pousou a cabeça no ombro dele,
cheirou a sua pele. O seu coração estava aos pulos, sentiu um enorme desejo de
o beijar. Sabia que podia correr o risco de se arrepender, mas precisava tanto
dele…


Ergueu a cabeça e beijou o seu
pescoço, pele tão macia e quente, e como sempre, familiar. Bill baixou a cabeça
e acariciou o rosto dela, há tanto tempo que não provava daqueles lábios tão
doces…


E então o momento que ambos esperavam
há dias aconteceu. Bill beijou os lábios dela com ternura. Tornando-se mais
urgente á medida que exploravam mais o beijo.


E assim que se separaram, Bill viu
Nicole de olhos abertos e ela estava… A chorar?


- Nicky o que…


- Beija-me outra vez. – Disse Nicole.


Bill não disse mais nada, voltou a
beijá-la suavemente, acariciando o rosto dela como se fossem pétalas dedicadas.


E quando se separaram, desta vez
Nicole sorria…


- Bill… - Sussurrou.


Ela abriu os olhos e encarou-o com
lágrimas.


- Eu lembro-me Bill! – Exclamou. – Eu
lembro-me de tudo!


Sim, ela lembrava-se de todos os
momentos que tinha passado com ele, dos seus pais, de Tom, de Kelly, dos seus
filhos…


- Temos de ir ao hospital ver se está
tudo bem! – Disse Bill puxando-a.


- Mas eu sinto-me bem!


- O médico pediu para quando te
lembrasses fazer exames. E eu não vou perder tempo, vou levar-te agora mesmo.


Nicole sorriu, sempre preocupado.
Mesmo assim não entendia porque se culpava do que lhe tinha acontecido e lhe
pedia desculpa se não havia nada a perdoar e apenas havia uma culpada: Kate.


- Eu não estou com um bom
pressentimento… - Falou entrando no carro.


- Vai ficar tudo bem, o médico disse
que era apenas para ter a certeza de estás bem…


- Eu não me refiro a isso. Estou a
falar da Kate. Ninguém sabe dela…E se ela tentar mais alguma coisa?


Bill agarrou o rosto dela com as suas
mãos e disse:


- Meu amor, ela não vai aproximar-se
de ti. A polícia está á procura dela. E eu estou aqui, não vou deixar que nada
te aconteça.


Bill dirigiu para o hospital e depois
de Nicole ter feito as análises, o médico confirmou que estava tudo bem e
receitou comprimidos para as dores de cabeça que ela poderia ter nos próximos
dias.


- Mãe! Mãe! – Gritou Bill entrando em
casa. – Tom!


Estavam todos na cozinha a ver Simone
alimentar os gémeos, quando Bill e Nicole entraram ficaram a olhar para eles.


- A Nicky recuperou a memória!


Nicole abraçou Simone. E de seguida,
Bill e Nicole passaram o resto do dia com os filhos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vampirinha kaulitz
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 318
Idade : 25
Localização : onde o bill estiver eu estou com ele.
Membro preferido: : bill
Música/Video : rette mich/don´t jump
Sou fã desde: : 15 de junho de 2007
Data de inscrição : 11/01/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Seg Jan 11, 2010 9:34 pm

oh tao lindo
eu quero mais amor
esta mesmo perfeito
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hellly
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 207
Idade : 26
Localização : Porto
Membro preferido: : Bill Kaulitz
Música/Video : TODAS!!!
Sou fã desde: : 2007
Data de inscrição : 12/07/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Ter Jan 12, 2010 12:36 pm

Nicole subiu as escadas e respirou
fundo antes de entrar no quarto de Bill. Tinha de falar com ele e completar a
sua felicidade.


- Entra! – Falou Bill.


Nicole viu-o a olhar pela janela,
estava com uma expressão triste. Porquê?


- Passa-se alguma coisa? – Perguntou.


Bill virou-se encarando-a.


- Perdoas-me? Por ter sido cego e
estúpido desde o início?


Nicole aproximou-se dele e respondeu:


- Não há nada para perdoar Bill!
Agora temos tudo para sermos felizes!


- Eu vou compensar-te. Vou compensar
por todo o tempo que te fiz sofrer…


Bill beijou-a com ternura. Ela o
tinha aceitado de volta, e desta vez nada o ia separar dela.


Pegou nela ao colo e deitou-a na
cama. Há tanto tempo que não a tocava, que não a tinha junto a ele.


- Amo-te. – Sussurrou. Olhando-a nos olhos.


- Eu também te amo…


Beijaram-se de novo, Bill tirou a
camisola dela e beijou desde o pescoço até ao umbigo. Nicole arrepiou-se quando
ele deu pequenos beijos e mordidas no seu pescoço. Começou por tirar a camisola
dele, aquela estrela sempre lhe trocava as voltas… Inverteu as posições ficando
por cima. Deu um beijo terno nos lábios dele e foi descendo até chegar àquela
estrela que a deixava sem ar. Desapertou as calças dele e depois de as tirar,
acariciou o seu membro, fazendo Bill gemer. Aquele som que saiu da boca dele
fez com que Nicole ganhasse coragem para continuar. Tirou os boxers e
suavemente acariciou o seu sexo. De seguida lambeu-o e chupou-o. Quando
percebeu que Bill estava a chegar ao orgasmo parou e beijou-o. Bill inverteu as
posições e depois de lhe tirar as calças e as cuecas, pôs o preservativo. Antes
de a penetrar, olhou fundo nos seus olhos e viu o que desejava, amor. Era isso
que queria para toda a vida, o amor dela em troca do seu. Nada mais. Entrou
dentro dela lentamente, Nicole soltou um gemido baixo e Bill memorizou aquele
momento de paixão. Não iria perder nenhum momento da sua vida sem ela. Aumentou
as suas investidas, fazendo com que ambas as respirações se tornassem mais
ofegantes e o desejo aumentava cada vez mais. Juntos chegaram ao orgasmo e
depois de um beijo apaixonado, Bill deitou-se ao lado dela puxando-a para o seu
peito.


Eles viviam felizes, viviam como um
casal de namorados perfeitos com os filhos mais perfeitos.


- Eu vou comprar fraldas para os
bebés. Posso levar o teu carro? O meu está na revisão… - Disse Bill.


- Claro. – Nicole deu-lhe as chaves
mas antes de o deixar sair correu para os braços dele. Beijou-o ternamente e
disse: Não te demores…


- Eu volto rápido meu amor…


Bill ia na velocidade normal, sempre
atento á estrada, mas tudo aconteceu tão rápido que não conseguia explicar bem
o que tinha acontecido. Um carro dirigiu-se na direcção dele a alta velocidade
fazendo com que Bill se despistasse e batesse contra um poste…
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vampirinha kaulitz
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 318
Idade : 25
Localização : onde o bill estiver eu estou com ele.
Membro preferido: : bill
Música/Video : rette mich/don´t jump
Sou fã desde: : 15 de junho de 2007
Data de inscrição : 11/01/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Ter Jan 12, 2010 5:52 pm

adorei
eu quero mais imediatamente
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hellly
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 207
Idade : 26
Localização : Porto
Membro preferido: : Bill Kaulitz
Música/Video : TODAS!!!
Sou fã desde: : 2007
Data de inscrição : 12/07/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Ter Jan 12, 2010 6:21 pm

- Conseguiste?


- Não. Não era ela no carro. Era ele.
– Respondeu a voz masculina e fria.


- Ele está bem? – Perguntou a
rapariga do outro lado.


- Sim, ele não bateu com muita força.


- Eu mudei de ideias, tenho um novo
trabalho para ti.


Kate olhou pela janela, a polícia
procurava por ela. Sorriu, ninguém a encontraria ali, e ninguém iria atrapalhar
com os planos dela.


Bill saiu do carro empurrando a porta
com força. Afastou-se e ligou para a polícia. Estava assustado, por sorte o
carro não bateu com muita força. Olhou para o fundo da estrada mas não viu o
outro carro, qual era a dele afinal?


- Bill! – Exclamou Nicole ao entrar
no quarto de hospital


- Eu estou bem. É apenas para ter a
certeza de está tudo ok.


Nicole abraçou-o com força e disse:


- Não sei o que faria se alguma vez
te perdesse…


- Tu nunca me vais perder. – Bill
beijou-a com amor, tinha passado por um susto de morte, não queria preocupá-la
com nada.


- Desculpem interromper os pombinhos,
mas há aqui mais gente! – Disse Tom.


Bill e Nicole separam-se e Tom
abraçou o irmão. Não era preciso palavras para descrever o amor que nutriam
entre eles.


Todos voltaram para casa descansados
depois daquele susto. Mas Nicole sentia que havia algo de errado, que aquilo
era apenas principio.


Os dias passavam, tudo tinha voltado
ao normal, Bill e Nicole tinham saído para passear a sós, os gémeos
ocupava-lhes imenso tempo e quando podiam saíam apenas os dois.


- Talvez tenhamos repetir o ano de
faculdade. – Disse Nicole ao voltarem para casa.


- É o mais certo. – Bill beijou a
testa dela e entraram em casa.


Porém, a primeira coisa que viram foi
Simone a chorar sentada no sofá e nem sinal dos gémeos.


- Mãe? – Bill aproximou-se dela e
perguntou. – O que se passa?


Mas Simone não dizia nada, Nicole
olhou em redor e não viu os bebés.


- Onde estão Tom e James?


Simone deixou cair um papel ao chão e
Nicole apanhou-o: “Nada de polícia, ou os bebés morrem. Em breve receberão um
telefonema”.


- Os nossos bebés foram raptados… -
Disse Nicole num sussurro para Bill.


Deixou-se cair sentada no chão, ela
sabia que ainda não tinha acabado. Os gémeos estavam em perigo, de novo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vampirinha kaulitz
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 318
Idade : 25
Localização : onde o bill estiver eu estou com ele.
Membro preferido: : bill
Música/Video : rette mich/don´t jump
Sou fã desde: : 15 de junho de 2007
Data de inscrição : 11/01/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Ter Jan 12, 2010 6:31 pm

oh tao lindo eu mato a kate.
eu vou sofuca la
quero mais
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hellly
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 207
Idade : 26
Localização : Porto
Membro preferido: : Bill Kaulitz
Música/Video : TODAS!!!
Sou fã desde: : 2007
Data de inscrição : 12/07/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Qua Jan 13, 2010 6:15 pm

Nicole estava no quarto dos gémeos,
já se tinha passado um dia e nada. Onde estavam Tom e James? Quem os tinha
levado e porquê?


- Nicky… - Chamou Bill.


Ela abraçou-se a ele e chorou.


- Ninguém telefona!


- Tem calma meu amor!


Bill abraçou-a fortemente, ambos
sofriam pela ausência de Tom e James e pela falta de resposta.


O telemóvel de Bill tocou, ficou
surpreendido ao ver o nome de Kate no visor.


- Kate? – Perguntou ao atender a
chamada.


- Isso mesmo amorzinho!


- O que queres? – Perguntou numa voz
fria.


- A tua namoradinha está contigo?


- Diz logo o que queres!


- Põe em voz alta e já vais saber…


Bill olhou para Nicole que o
observava e de seguida pôs a chamada em alta para ela pudesse ouvir…


- Fala agora.


Bom, meus queridos, eu tenho aqui os
vossos bebezinhos!


Nicole tapou a boca com a mão e
fechou os olhos, os seus pressentimentos estavam certos, Kate não ia parar
nunca.


- Porque fazes isto? – Perguntou ela
a chorar.


- Porquê? – Kate riu-se e continuou.
– Uma pequena vingança por me teres roubado o namorado… Serve?


- Por favor Kate! Tom e James não têm
nada a ver com isto!


- Bom, mas vocês querem-nos de volta
ou não? – Perguntou Kate impaciente.


- O que temos de fazer? – Perguntou
Bill.


- Preciso que vocês os dois estejam
hoje á noite no velho campo atrás da faculdade. Apenas vocês dois. Mais
ninguém…


Kate desligou e Nicole disse:


- É muito estranho… Porque é que ela
não pede dinheiro nem nada? Ela não vai devolver-nos Tom e James e deixar-nos
vir embora facilmente…
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vampirinha kaulitz
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 318
Idade : 25
Localização : onde o bill estiver eu estou com ele.
Membro preferido: : bill
Música/Video : rette mich/don´t jump
Sou fã desde: : 15 de junho de 2007
Data de inscrição : 11/01/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Qua Jan 13, 2010 8:02 pm

é desta que mato aquela gaja
que raiva
o que é que ela anda a tramar?
posta imediatamente
beijos
amo-te
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hellly
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 207
Idade : 26
Localização : Porto
Membro preferido: : Bill Kaulitz
Música/Video : TODAS!!!
Sou fã desde: : 2007
Data de inscrição : 12/07/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Qua Jan 13, 2010 8:03 pm

- Eu acho que é altura de falarmos
com a polícia… - Disse Tom levantando-se do sofá.


- Não! – Disse Nicole.


- Kate é perigosa, ela não te vai
deixar sair sem antes fazer alguma coisa!


- Eu tenho medo que ela magoe Tom e
James! – Respondeu numa súplica.


- Querida Tom tem razão. Kate está a
planear alguma… Temos de estar preparados para o que possa acontecer, e a
polícia pode ajudar-nos.


- Eu tenho medo… - Falou Nicole
abraçando-se a Bill.


Bill afirmou com a cabeça para Tom
que ligou para a polícia.


- Vai ficar tudo bem meu amor.


Todos andavam de um lado para o
outro, Bill falava com a polícia, Tom estava sentado com Nicole a dar-lhe
força. Kelly mexia as mãos nervosamente enquanto a noite não chegava, Simone e
Georg estavam de pé e por vezes não conseguiam estar parados, e os pais de
Nicole estavam com Bill a ouvir tudo o que ele dizia.


Os minutos arrastavam-se e Nicole
apenas pensava em ter os seus filhos de novo nos seus braços. Cada partícula do
seu ser tremia e desesperava que as horas passassem num minuto para finalmente
poder vê-los.


Mas as horas arrastavam-se a polícia
que agora fazia o seu trabalho, Nicky e Bill iam preparando-se para sair de
casa.


- Prometam que vão ter cuidado! –
Exclamou Simone.


- Nós vamos mãe… - Respondeu Bill
abraçando-a.


Os pais de Nicole abraçaram-na e
depois Bill estendeu a sua mão para ela, que Nicole aceitou rapidamente.


Nenhum deles falou durante o caminho,
mas quando saíram do carro Bill agarrou no rosto dela com as duas mãos e disse:


- Vai correr tudo bem! – E dito isto
beijou-a com amor e carinho. – Pronta?


Nicole respirou fundo e respondeu:


- Sim.


Deram alguns passos para frente, Kate
estava dentro do seu carro com mais um homem a observá-los. E sorriu, o seu
plano estava prestes a concretizar-se.


Saiu fora do carro e o homem saiu
junto com ela.


- Onde estão os meus filhos? –
Perguntou Bill.


- Calma! Eles estão no carro…


Kate sussurrou algo no ouvido do
homem. Ele aproximou-se e Bill pôs-se me frente a Nicole em protecção.


- O que queres? – Perguntou Bill.


Mas o homem não falou, agarrou em
Bill e puxou-o para dentro do carro trancando-o.


- Bill! O que estás a fazer? – Gritou
Nicole. – Onde estão os meus filhos?


- Querida, eu acabei de os vender
para uma família que os queria muito… Devias ver a cara de felicidade deles!


Nicole não quis acreditar no que
estava a ouvir, como assim? Ela tinha perdido os filhos e também Bill?


- Como é que te sentes agora?
Perdeste Bill, perdeste os teus filhos, estás completamente sozinha… Como é
perder tudo aquilo que era teu? – Vociferou Kate com raiva.


Nicole começou a correr na direcção
de Bill, mas Kate puxou de uma arma e apontou á cabeça dela.


Carros de polícia apareceram de todos
os lados.


- Kate, largue a arma! – Gritava o
polícia.


Kate olhou para eles e depois para
Nicole. Nicole fechou os olhos, e de seguida, um tiro.


Nicole abriu os olhos, não estava
morta, mas o corpo de Kate jazia no chão imóvel.


- Nicky! – Bill conseguiu sair do
carro e correu para ela o mais rápido que conseguiu.


Viram o homem ser detido pelos
polícias e o chefe aproximou deles e disse:


- Os vossos filhos estão no hospital,
não se preocupem, é s+o para observação. Nós prendemos o casal que pagou por
eles.


- O pesadelo acabou então? –
Perguntou Nicole.


- Sim, está tudo acabado.


- Finalmente. – Disse Bill.


Ele abraçou fortemente Nicole e
beijou-a mais uma vez, pensava que a ia perder quando Kate lhe apontara a arma
á cabeça.


Tiraram as escutas debaixo da
camisola e devolveram para os polícias, tinham pressa em levar os meninos para
casa e respirarem de alívio.


Bill e Nicole deram uma última olhada
nos gémeos e foram para o quarto.


- Eu tenho algo para te dizer… -
Disse Bill.


- O quê?


Bill retirou uma caixa do bolso
pequena e ajoelhou-se:


- Nicole, aceitas casar comigo?


Nicole ficou emocionada a olhar para
Bill. Ele estava a propô-la em casamento?


- Sim! – Foi a palavra que saiu da
boca dela.


Bill sorriu de felicidade e colocou o
anel no dedo dela. Levantou-se e disse:


- Vou fazer de ti a mulher mais feliz
do universo…


- E vamos ficar juntos para sempre…


Bill colou a sua testa á dela e
disse:


- Até que a morte nos separe…
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hellly
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 207
Idade : 26
Localização : Porto
Membro preferido: : Bill Kaulitz
Música/Video : TODAS!!!
Sou fã desde: : 2007
Data de inscrição : 12/07/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Qua Jan 13, 2010 8:03 pm

pronto, e acabou!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vampirinha kaulitz
Forever Addicted
Forever Addicted
avatar

Número de Mensagens : 318
Idade : 25
Localização : onde o bill estiver eu estou com ele.
Membro preferido: : bill
Música/Video : rette mich/don´t jump
Sou fã desde: : 15 de junho de 2007
Data de inscrição : 11/01/2009

MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   Qua Jan 13, 2010 8:09 pm

eu nem tenho palavras para descrever
isto está mais que perfeito
só é pena ter acabado.
amei
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: "Até que a morte nos separe"   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
"Até que a morte nos separe"
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Vertigo Steps - "surface / light" sai em Abril pela ESW, EP "sublight" em Março; teaser online!
» Primordial - "Redemption at the Puritan's Hand" (2011)
» "CCDB , um Gênio 100% Brasileiro"
» Erro no forum: "you can return to the index"
» TH & Kerli - trecho da musica pro Filme "Alice no País das Maravilhas"

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Imagination Area :: FanFiction [+18] e de TwinCest-
Ir para: